4 de jul de 2016

GO: Encat discute medidas para intensificar ação fiscal

Duas palestras técnicas movimentaram os debates hoje (1º) no 58° Encontro Nacional de Coordenadores e Administradores Tributários Estaduais (Encat) no Hotel K, em Goiânia. O auditor Álvaro Antônio da Silva, da Bahia, falou sobre a Nota Fiscal Eletrônica, e Daniel Pereira Carvalho, de Mato Grosso do Sul, abordou o Conhecimento de Transporte Eletrônico e o Manifesto do Conhecimento Fiscal Eletrônico.

Mais de 100 auditores estaduais participam do evento. Apenas representantes do Rio de Janeiro e do Amazonas não vieram. O evento foi aberto ontem (30) pela secretária da Fazenda, Ana Carla Abrão Costa, que além de dar as boas-vindas aos visitantes, falou sobre a renegociação das dívidas dos Estados com a União.

Na reunião de hoje foi apresentada reportagem exibida pela TV Anhanguera no programa Bom Dia Goiás sobre blitz da Sefaz e da Polícia Civil realizada ontem na rua 44, em Goiânia, para combater a venda de notas fiscais frias a comerciantes interessados em sonegar o ICMS. O conferencista Álvaro Antônio da Silva aproveitou o vídeo para defender maior controle dos fiscos na emissão da Nota Fiscal Eletrônica.

Ele também defendeu maior integração entre os Estados e lembrou que as fraudes na maioria das vezes são interestaduais, a adoção de planejamento e execução da fiscalização mensais e não trimestrais, como é feito, e criticou os programas de refinanciamento de dívidas. “Os programas prestigiam os maus contribuintes”, frisou Álvaro da Silva. O conferencista sugeriu ainda que os fiscais se reúnam com os contadores para alinhar dúvidas e procedimentos sobre a correta apuração dos procedimentos contábeis e fiscais aplicados junto às empresas monitoradas.

Já Daniel Carvalho disse que o Conhecimento de Transporte Eletrônico e o Manifesto do Conhecimento Eletrônico são importantes para rastrear as mercadorias em trânsito e evitar a sonegação de impostos. Os documentos seguem legislação aprovada pela Cotepe, com validade nacional. A padronização também é importante no caso. O importante, destacou ele, é incluir dados nas notas que possam dar maior confiabilidade nas informações para caracterizar a prestação de serviço de transporte e identificar o transportador efetivamente contratado.

O presidente em exercício da Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital (Fenafisco), João Marcos de Souza, falou hoje antes dos dois oradores e criticou a PEC dos gastos públicos, por entender que prejudica os reajustes dos servidores e a ampliação do Simples Nacional.

Fonte: Sefaz GO via Mauro Negruni

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhando idéias e experiências sobre o cenário tributário brasileiro, com ênfase em Gestão Tributária; Tecnologia Fiscal; Contabilidade Digital; SPED e Gestão do Risco Fiscal. Autores: Edgar Madruga e Fabio Rodrigues.

MBA EM CONTABILIDADE E DIREITO TRIBUTÁRIO DO IPOG

Turmas presenciais em andamento em todo o Brasil: AC – Rio Branco | AL – Maceió | AM – Manaus | AP - Macapá | BA- Salvador | DF – Brasília | ES – Vitória | CE – Fortaleza | GO – Goiânia | MA - Imperatriz / São Luís | MG – Belo Horizonte / Uberlândia | MS - Campo Grande | MT – Cuiabá | PA - Belém / Marabá / Parauapebas / Santarem | PB - João Pessoa | PE – Recife | PI – Teresina | PR – Curitiba/ Foz do Iguaçu/Londrina | RJ - Rio de Janeiro | RN – Natal | RO - Porto Velho | RR - Boa Vista | RS - Porto Alegre | SC – Florianópolis/Joinville | SP - Piracicaba/Ribeirão Preto | TO – Palmas

Fórum SPED

Fórum SPED