Pular para o conteúdo principal

SYNERGY 2016: Thomson Reuters reúne importantes líderes, reguladores e decisores para discutir as tendências e o papel da tecnologia na transformação do mercado fiscal, tributário e de comércio exterior

Thomson Reuters reúne importantes líderes, reguladores e decisores para discutir as tendências e o papel da tecnologia na transformação do mercado fiscal, tributário e de comércio exterior

Em sua quinta edição no Brasil, SYNERGY 2016 terá a participação do economista Ricardo Amorim, e de Jonathan Formiga, Auditor da Receita Federal
                                          
SPED, Malha Fiscal, Compliance & Governança Tributária e Competitividade no mercado Internacional com uso de Regimes Aduaneiros Especiais e FTAs são outros temas de destaque no evento

São Paulo, 10 de outubro de 2016 – A cidade de São Paulo, mais uma vez, é palco de um dos mais importantes eventos para discussão de temas dos segmentos econômico, fiscal, tributário e de gestão do comércio exterior no mundo. No dia 19 de outubro, especialistas de grande prestígio do mercado nacional e internacional estarão reunidos no WTC Events Center para participarem do SYNERGY 2016, evento multisetorial considerado referência mundial nessas temáticas. Esta é quinta vez que o evento é realizado no Brasil, e já se aproxima da décima edição no mundo, onde ocorre em países como Estados Unidos, Reino Unido e Austrália, reforçando ainda mais sua tradição e relevância global.

Realizado pela Thomson Reuters, provedor líder mundial de soluções e informação inteligente para empresas e profissionais, o SYNERGY 2016 proporciona um ambiente colaborativo e esclarecedor onde é possível debater as melhores práticas de gestão fiscal, tributária e de comércio exterior aliadas à tecnologia, tendências dos mercados emergentes e o impacto no cenário econômico atual, como forma de apoiar a tomada de decisão em empresas, governos e profissionais.

Com olhos direcionados às questões relacionadas a impostos, tributação e seu impacto na dinâmica das corporações e da política econômica nacional, cerca de 350 líderes de opinião, tomadores de decisão, autoridades regionais e internacionais de regulação fiscal, consultores tributários e os mais experientes especialistas na área contábil e de gestão do comércio exterior vão debater sobre principais desafios do setor para os próximos cinco anos.

Logo após a cerimônia de abertura, que acontece às 9h30, o economista Ricardo Amorim falará sobre por que e como a economia deve melhorar e surpreender positivamente a partir de agora. Ainda na sessão plenária, Jonathan Formiga, Auditor Fiscal da Secretaria da Receita Federal, falará sobre o contexto do SPED para os anos de 2017 e 2018, abordando o correlacionamento entre a EFD-Contribuições, a EFD-Reinf e o eSocial.

Na sequência, Edgar Madruga, Professor e Auditor, Especialista em Empreendedorismo Tributário e Inovação Fiscal, falará sobre as novas malhas fiscais e como minimizar riscos e exposição fiscal. Para finalizar a sessão da manhã, será realizado um painel de debate sobre desafios de compliance & governança tributária e comércio exterior com especialistas de mercado.

A programação segue com sessões paralelas no período da tarde, quando serão tratados uma variedade de assuntos de grande relevância, por meio da apresentação de palestrantes renomados, mesa redonda com especialistas e apresentação de cases de sucesso com experiências práticas. Entre eles, estão:
·         SPED Bloco K e RECOF SPED: indo além de atender a obrigação legal e de garantir compliance.
·         Tendências Tributárias: Processo Fiscalizatório, SISCOSERV, Incentivos R&D e outras tendências.
·         Ressarcimento de Crédito ICMS
·         Compliance Fiscal: Tendências nacionais e influências internacionais
·         O SPED e a transformação fiscal digital empresarial
·         ECF e ECD: Novidades e Próximos Desafios
·         Bloco K: Pontos de Atenção e Impactos para as Empresas
·         ISS: Questões Polêmicas e Atuais Desafios
·         Inovação na gestão da Classificação Fiscal: a importância do controle automatizado para compliance e Case global: Automação dos processos tributários
·         Desafios do eSocial: Compartilhando melhores práticas e aprendizados
·         Case Sucesso: Melhores Práticas de Compliance e Gestão Tributária
·         Case de Sucesso: Como Será a Área Fiscal do Futuro
·         Painel de Debate: Competitividade no mercado Internacional com uso de Regimes Aduaneiros Especiais e FTAs
·         Painel de Debate: Compliance nas operações de Comércio exterior

Durante o evento, os participantes poderão conhecer em primeira mão os resultados da 2ª Pesquisa Global sobre Comércio Exterior realizada pela Thomson Reuters em parceria com a KPMG. O principal objetivo da pesquisa é obter uma fotografia atualizada sobre o que está acontecendo na indústria de comércio exterior a partir de um ponto de vista global. Para isso, foram consultados mais de 1700 profissionais em 30 países diferentes, a fim de compreender melhor o ambiente em que operam e os problemas com que se deparam. A pesquisa traz resultados surpreendentes sobre a aplicação da tecnologia para gestão das operações de comércio exterior, os desafios com compliance.
 “Na Thomson Reuters, temos a incrível oportunidade de estabelecer parcerias com empresas e profissionais de diferentes perfis, desde autônomos, pequenas e médias empresas a grandes corporações, tanto em mercados emergentes como em mercados maduros. Sabemos que, principalmente para as grandes corporações, o aumento das regulações transforma o panorama fiscal e gera maior complexidade para a gestão fiscal, tributária e de comércio exterior. Diante disso, os profissionais precisam se reinventar e enfrentar os desafios de uma forma completamente nova e, sem dúvida, os principais aliados desta transformação são a tecnologia e a informação" explica Santiago Ayerza, Managing Director da Thomson Reuters no Brasil. “Ao reunir a inteligência, a tecnologia e o conhecimento humano que essas empresas e profissionais precisam, podemos apoiar seus negócios de uma forma que ninguém mais pode. Participar do SYNERGY é uma oportunidade de conhecer esse potencial, as tendências que transformam o mercado fiscal, tributário e de comércio exterior e as principais soluções que estão mudando a indústria. Tudo isso em um ambiente ideal para networking e troca de experiências”, conclui o executivo.

Sobre o Synergy
O Synergy integra uma agenda positiva mundial de encontros e debates entre decisores e gestores de diferentes setores da iniciativa pública e privada que a Thomson Reuters realiza e apoia com regularidade, visando contribuir para criação de ambientes propícios a debates aprofundados sobre os desafios e oportunidades enfrentados nos diferentes países. Para a edição desse ano no Brasil, são esperados cerca de 300-350 líderes de opinião, tomadores de decisão, autoridades regionais e internacionais de regulação fiscal, bem como consultores tributários e os mais experientes especialistas na área contábil e de gestão do comércio exterior para discutir sobre principais desafios do setor para os próximos cinco anos – com olhos direcionados às questões relacionadas a impostos, tributação e seu impacto na dinâmica das corporações e da política econômica nacional. Para mais informações, visite https://tax.thomsonreuters.com/synergy/brazil/

SERVIÇO | SYNERGY 2016
Data:
19 de outubro, quarta-feira
Horário:
das 9h às 18h
Local:
WTC Events Center – Av. das Nações Unidas, 12.559 – São Paulo – SP
Inscrição:
Para cobertura de imprensa, por favor, solicite seu credenciamento com ewerton.silva@xcompr.com / glauber.canovas@xcompr.com


Thomson Reuters

Thomson Reuters é o provedor líder mundial de notícias e informação para mercados profissionais. Nossos clientes confiam em nós para ter acesso à inteligência, à tecnologia e à experiência que precisam para encontrar respostas confiáveis. A empresa opera em mais de 100 países há mais de 100 anos. As ações da Thomson Reuters estão listadas nas Bolsas de Valores de Toronto e de Nova York (símbolo: TRI). Para mais informações, visite www.thomsonreuters.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fisco notifica empresas do Simples para buscar quase R$ 1 bi em tributos atrasados

Serão cobradas omissões de 2014 e 2015
A Secretaria da Receita Federal informou que vai notificar nesta semana, por meio da página do Simples Nacional na internet, 2.189 empresas inscritas no programa para quitarem quase R$ 1 bilhão em tributos devidos. O alerta é fruto de uma ação integrada com fiscos estaduais e municipais.
Segundo o subsecretário de Fiscalização da Receita Federal, Iágaro Martins, as empresas serão notificadas quando elas entrarem no site do Simples Nacional para gerar a guia de recolhimento do imposto devido, procedimento que elas têm de fazer todos os meses. Antes de conseguirem gerar a guia, serão informadas pelo órgão sobre as divergências.
As empresas do Simples notificadas terão até o fim de setembro para regularizarem sua situação. Se não o fizerem até lá, os fiscos federal, estaduais e municipais envolvidos na operação avaliarão o resultado do projeto e identificarão os casos indicados para "abertura de procedimentos fiscais" - nos quais são cobra…

Saiba quais profissões terão maiores ganhos salariais em 2017

Levantamento da empresa de recrutamento Robert Half mostra quais ocupações têm maiores perspectivas de valorização no ano que vem
Mesmo com o país em recessão e com o desemprego crescente – são 12 milhões de pessoas procurando trabalho, segundo o dado do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgado no último dia 30 -, há profissionais cuja demanda em alta indica salários mais altos para o próximo ano. Um levantamento feito pela empresa de recrutamento e seleção Robert Half, com base nas entrevistas feitas e vagas disponíveis, mostra as tendências em oito áreas:
1. Finanças e contabilidade


- Auditor, empresas pequenas e médias: valorização de 6,6% (R$ 3.400 a R$ 9.500)  - Analista contábil/fiscal sênior, empresas pequenas e médias: valorização de 6,4% (R$ 5.500 a R$ 7.800)  - Gerente de auditoria, empresas de grande porte: valorização de 6,3% (R$ 13.500 a R$ 27.000)

2. Recursos humanos


- Coordenador/especialista em recursos humanos, empresas pequenas e médias: valor…

Contabilidade Digital

Iniciamos 2017 com algumas mudanças no Lucro Real como a obrigatoriedade de apresentação de assinatura de 02 contadores na retificação (correção) de registros contábeis de anos anteriores já enviados á Receita Federal pela ECD – Escrituração contábil Digital, que nada mais é que a própria contabilidade digital (Balanço, DRE, Balancete). E ainda caso a contabilidade seja considerada imprestável pelo Fisco será tributada pelo Lucro Arbitrado onerando um adicional de 20% no cálculo do IRPJ, sendo contabilidade imprestável aquela cujos registros contábeis não retratam a realidade financeira e patrimonial da empresa.
Diante deste cenário, vimos orientá-los de obrigações legais que as empresas devem estar atentas de forma a diminuir o risco tributário e não sofrer com penalidades do Fisco. Estamos numa era digital, onde o Fisco investe em tecnologia da informação ao seu favor para aumentar a arrecadação, fiscalização e combate a sonegação, bem como falhas dos contribuintes nos controles da…