2 de jun de 2014

ICMS/PB – Disposições acerca da emissão da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica

O Fisco estabeleceu período experimental de emissão da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e), modelo 65, para o estabelecimento listado no Anexo Único da portaria em fundamento no intervalo entre 1º.07 e 30.09.2014.

A NFC-e é o documento emitido e armazenado eletronicamente por contribuinte credenciado pela Secretaria de Estado da Receita, de existência apenas digital, cuja validade jurídica é garantida pela assinatura digital do emitente e pela Autorização de Uso concedida pela administração tributária.

Trata-se de um documento hábil para acobertar operações e prestações internas de vendas no varejo ao consumidor final, exceto nos casos em que a emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), modelo 55, seja obrigatória.

A referida NFC-e substituirá os seguintes documentos fiscais:

a) Nota Fiscal de Venda a Consumidor, modelo 2;

b) Cupom Fiscal emitido por equipamento Emissor de Cupom Fiscal (ECF).

É vedado o creditamento de ICMS através da escrituração de Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e).

O credenciamento para os estabelecimentos selecionados à emissão da NFC-e será realizado de ofício, pela Secretaria de Estado da Receita. E, a partir de 1º.10.2014, outras empresas poderão aderir facultativamente à emissão.

A partir de 1º.01.2015 ficarão obrigados a emitir NFC-e os estabelecimentos varejistas com faturamento superior a R$ 25.000.000,00 no exercício de 2013, caso se enquadrem nas disposições do art. 338 (obrigatoriedade ECF) do RICMS/PB.

Serão obrigados a emitir Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e):

a) a partir de 1º.07.2015: os estabelecimentos varejistas com faturamento superior a R$ 9.000.000,00 no exercício de 2013;

b) a partir de 1º.01.2016: os estabelecimentos varejistas com faturamento superior a R$ 5.500.000,00 no exercício de 2014;

c) a partir de 1º.07.2016: os estabelecimentos varejistas com faturamento superior a R$ 3.600.000,00 no exercício de 2014;

d) a partir de 1º.01.2017: os demais estabelecimentos varejistas enquadrados no art. 338 (obrigatoriedade ECF) do RICMS/PB.

Destacamos que a impressão do Documento Auxiliar da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (Danfe NFC-e) é obrigatória e será entregue ao adquirente mesmo quando não solicitado. E após a concessão da Autorização de Uso da NFC-e, a Secretaria de Estado da Receita (SER) disponibilizará consulta à NFC-e, na Internet, no site www.receita.pb.gov.br.


Fonte: Editorial IOB via Tânia Gurgel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhando idéias e experiências sobre o cenário tributário brasileiro, com ênfase em Gestão Tributária; Tecnologia Fiscal; Contabilidade Digital; SPED e Gestão do Risco Fiscal. Autores: Edgar Madruga e Fabio Rodrigues.

MBA EM CONTABILIDADE E DIREITO TRIBUTÁRIO DO IPOG

Turmas presenciais em andamento em todo o Brasil: AC – Rio Branco | AL – Maceió | AM – Manaus | AP - Macapá | BA- Salvador | DF – Brasília | ES – Vitória | CE – Fortaleza | GO – Goiânia | MA - Imperatriz / São Luís | MG – Belo Horizonte / Uberlândia | MS - Campo Grande | MT – Cuiabá | PA - Belém / Marabá / Parauapebas / Santarem | PB - João Pessoa | PE – Recife | PI – Teresina | PR – Curitiba/ Foz do Iguaçu/Londrina | RJ - Rio de Janeiro | RN – Natal | RO - Porto Velho | RR - Boa Vista | RS - Porto Alegre | SC – Florianópolis/Joinville | SP - Piracicaba/Ribeirão Preto | TO – Palmas

Fórum SPED

Fórum SPED