Pular para o conteúdo principal

5 hábitos diários de empreendedores bem sucedidos

Seguindo esses cinco passos, você desenvolverá as habilidades de liderança necessárias para se tornar um empreendedor de sucesso

Praticar auto-disciplina: esta é a habilidade de trabalhar duro no agora para colher os frutos mais tarde.

Empreendedores são agentes da mudança, eles não olham para o mundo como ele é, mas pensando em como ele pode se transformar. Uma característica comum nas pessoas de perfil empreendedor é que elas constroem a diferença em vez de esperarem que as coisas sejam diferentes. Se você é desses que não espera por nada para fazer acontecer, apenas faz, considere-se um empreendedor.

Ao mesmo tempo em que pensam à frente, empreendedores são motivados pela vontade de crescer financeira e intelectualmente. Mas iniciativa não é garantia de sucesso e elementos como postura de liderança e pensamento positivo podem fazer falta na hora de empreender. De acordo com um artigo de Meiko Patton, para o Entrepreneur, ao seguir estes cinco passos você desenvolverá as habilidades de liderança necessárias para se tornar um bom empreendedor:

1. Falhar e refletir voluntariamente

Se você tentou e falhou, tente novamente. Se fracassar mais uma vez, fracasse melhor. O importante é ter tempo para refletir sobre o que não deu certo. No livro The Call of Solitude (O chamado da solidão, em tradução literal), Ester Schaler Buchholz diz: "Outros nos inspiraram, a informação nos alimenta, a prática melhora nosso desempenho, mas precisamos de momentos de silêncio para descobrir as coisas".

2. Abraçar e enfrentar os medos

O medo possui três formas, segundo o autor Brendon Burchard, todas relacionados à dor. A primeira delas é o temor de seguir em frente devido ao receio de perder algo valioso: a dor da perda. A segunda é a dor do processo e ocorre inevitavelmente ao tentar algo novo. A última é a dor do resultado, quando o objetivo desejado não é alcançado.  

Burchard insiste que para dominar seus medos as pessoas devem atacá-lo por todos os lados, como se estivesse em uma guerra, assim como faz um exército ao emboscar o inimigo.

3. Praticar auto-disciplina 

Esta é a habilidade de trabalhar duro no agora para colher os frutos mais tarde. O vencedor do Oscar Jamie Foxx, por exemplo, quando criança, era obrigado pela avó a fazer aulas de piano. Naquela época, ele não fazia ideia de que abdicar de brincar com os amigos no horário das aulas refletiriam em seu eventual sucesso. Até hoje ele continua a se disciplinar tocando duas horas de piano por dia. 

4. Dormir

Pouco depois de lançar seu portal de notícias, Arianna Huffington, uma das 100 mulheres mais influentes no mundo segundo a Forbes, teve um colapso resultado de exaustão e sono atrasado. Ela estava tão comprometida em expandir sua empresa que trabalhava 18 horas por dia. Quando dorme o quanto precisa, você se sente mais fortalecido e energizado, pronto para enfrentar qualquer problema que possa surgir em seu caminho. 

5. Doar

Adam Grant, professor da Wharton Business School, ensina a ideia de generosidade no livro Give and Take: Why Helping Others Drives Our Success (Por que ajudar os outros leva ao nosso sucesso, em tradução literal). Durante séculos, as pessoas têm se focado em três fatores motivacionais individuais: paixão, trabalho duro e força de vontade. No entanto, atualmente, o sucesso está cada vez mais ligado à maneira como interagimos com os outros e ao quanto doamos. De acordo com os estudos de Grant, as pessoas mais bem sucedidas são aquelas que doam consistentemente.


Fonte: Administradores.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fisco notifica empresas do Simples para buscar quase R$ 1 bi em tributos atrasados

Serão cobradas omissões de 2014 e 2015
A Secretaria da Receita Federal informou que vai notificar nesta semana, por meio da página do Simples Nacional na internet, 2.189 empresas inscritas no programa para quitarem quase R$ 1 bilhão em tributos devidos. O alerta é fruto de uma ação integrada com fiscos estaduais e municipais.
Segundo o subsecretário de Fiscalização da Receita Federal, Iágaro Martins, as empresas serão notificadas quando elas entrarem no site do Simples Nacional para gerar a guia de recolhimento do imposto devido, procedimento que elas têm de fazer todos os meses. Antes de conseguirem gerar a guia, serão informadas pelo órgão sobre as divergências.
As empresas do Simples notificadas terão até o fim de setembro para regularizarem sua situação. Se não o fizerem até lá, os fiscos federal, estaduais e municipais envolvidos na operação avaliarão o resultado do projeto e identificarão os casos indicados para "abertura de procedimentos fiscais" - nos quais são cobra…

É possível aproveitar créditos de PIS e COFINS na aquisição do MEI?

Dentre as diversas dúvidas que surgem na apuração do PIS e da COFINS está a possibilidade de aproveitamento de créditos em relação às aquisições de Microempreendedores Individuais - MEI, uma vez que estes contribuintes são beneficiados com isenção, ficando obrigados apenas ao recolhimento de valores fixos mensais correspondentes à contribuição previdenciária, ao ISS e ao ICMS.
Neste artigo, pretendo esclarecer está dúvida e aprofundar um pouco mais a análise sobre o perfil do Microempreendedor Individual.
Quem é o Microempreendedor Individual?
Por meio da Lei Complementar n° 123/2006, que instituiu o Simples Nacional, surgiu a figura do Microempreendedor Individual – MEI, uma espécie de subdivisão do regime unificado, com o objetivo de trazer à formalidade pequenos empreendedores, para os quais, mesmo o Simples seria de difícil cumprimento.
Somente poderá ser enquadrado como MEI, o empresário a que se refere o artigo 966 do Código Civil, ou seja, aqueles que não constituíram sociedade…

AS 5 PRINCIPAIS CAUSAS DE ESTOQUE NEGATIVO OU SUPERFATURADO

O controle de estoque é um gargalo para as empresas que trabalham com mercadorias. Mesmo controlando o estoque com inventários periódicos as empresas correm o risco de serem autuadas pelos FISCOS, uma vez que nem sempre o estoque contabilizado pela empresa representa o seu real estoque. Partindo dessa análise pode-se dizer que as empresas possuem pelo menos três inventários que quase sempre não se equivalem. O primeiro é o inventário realizado pela contagem física de todos os produtos do estabelecimento. O segundo inventário é fornecido pelo sistema de gestão (ERP). Por fim, tem-se o INVENTÁRIO FISCAL que é o quantitativo que o FISCO espera que a empresa possua.

E COMO O FISCO CALCULA ESSE ESTOQUE?
O cálculo é feito pela fórmula matemática onde [ESTOQUE INICIAL] + [ENTRADAS] deve ser igual [SAÍDAS] + [ESTOQUE FINAL]. Ocorrendo divergências pode-se encontrar Omissão de Entrada ou Omissão de Saída (Receita). A previsão legal para tal auditoria encontra-se no Artigo 41, da Lei Federal nº…