8 de jul de 2015

O FISCO e o Terrorismo: Resposta ao Katteca

Esta charge foi recentemente publicada num jornal de grande circulação do Estado de Goiás e levou a uma reflexão de um colega auditor fiscal Adonídio Neto Vieira Júnior. Faço das palavras dele minhas palavras.
Veja a charge e a resposta



“Resposta ao Katteca

Sou servidor do Fisco estadual há 17 anos e atual superintendente da Receita Estadual. Acredito que a população do Estado de Goiás reconhece o trabalho dos auditores fiscais na cobrança de impostos como o ICMS, IPVA e ITCD. Nenhum ente federado, nos três níveis, vive sem a cobrança dos impostos, pois são estes que pagam os salários dos professores, dos militares, dos médicos e atendentes, em suma, de todo o funcionalismo estadual, de todos os Poderes e seus serviços prestados.

É com satisfação e algum constrangimento que vimos a categoria servir de personagem ao cartunista Katteca, em sua coluna tradicional do Magazine, publicada por este jornal. Em três edições nos últimos dias o Fisco é citado, sendo que na última, no domingo, o cartunista mostrou o personagem exigindo a cobrança da nota fiscal, comparando-o a um agente do Estado Islâmico. O constrangimento é porque dá-se a impressão de que a exigência não é legal, que poderia ser feita ao bel-prazer do auditor.

As atribuições do Fisco e seu papel são indispensáveis para que o Estado consiga atender às necessidades dos cidadãos. Ao Fisco cabe a árdua missão de ir à busca, de garantir o recolhimento do tributo que, a partir da concepção do produto, já pertence ao povo e a ele deve retornar na forma de benefícios.

O Fisco tem cumprido a sua missão, como instituição essencial ao funcionamento do Estado, atuando de forma justa no combate à sonegação e à concorrência desleal, promovendo a justiça fiscal, viabilizando a prestação dos serviços públicos e a implementação das políticas governamentais. É seguindo essa regra ao pé da letra que a Secretaria da Fazenda age e continuará agindo, sem terrorismo ou injustiças."

Adonídio Neto Vieira Júnior
Auditor fiscal da Receita Estadual e seu atual superintendente

Fonte: Cartas dos leitores / O Popular com adaptações 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhando idéias e experiências sobre o cenário tributário brasileiro, com ênfase em Gestão Tributária; Tecnologia Fiscal; Contabilidade Digital; SPED e Gestão do Risco Fiscal. Autores: Edgar Madruga e Fabio Rodrigues.

MBA EM CONTABILIDADE E DIREITO TRIBUTÁRIO DO IPOG

Turmas presenciais em andamento em todo o Brasil: AC – Rio Branco | AL – Maceió | AM – Manaus | AP - Macapá | BA- Salvador | DF – Brasília | ES – Vitória | CE – Fortaleza | GO – Goiânia | MA - Imperatriz / São Luís | MG – Belo Horizonte / Uberlândia | MS - Campo Grande | MT – Cuiabá | PA - Belém / Marabá / Parauapebas / Santarem | PB - João Pessoa | PE – Recife | PI – Teresina | PR – Curitiba/ Foz do Iguaçu/Londrina | RJ - Rio de Janeiro | RN – Natal | RO - Porto Velho | RR - Boa Vista | RS - Porto Alegre | SC – Florianópolis/Joinville | SP - Piracicaba/Ribeirão Preto | TO – Palmas

Fórum SPED

Fórum SPED