26 de fev de 2016

Profissional da área contábil é bem cotado em época de recessão econômica, aponta pesquisa

Em momentos difíceis, as empresas passam por reestruturações para conseguir se manter no mercado. Uma das áreas que colabora com essas mudanças é a Contábil, visto que o maior objetivo das organizações, em época de recessão, econômica é cortar custos e manter a produtividade. Não à toa, a profissão de contador foi considerada pela empresa de recrutamentos Wyser uma das que mais estarão em alta durante esse ano. 

A notícia impacta diretamente os profissionais da área, que segundo especialistas devem estar bem qualificados para aproveitar o momento favorável. “A contabilidade e a área tributária são carentes de profissionais qualificados. Conhecimento gera oportunidade. Especificamente na área tributária, parece um absurdo falar que existem hoje empresas que pagam impostos a mais do que devem por falta de qualificação e conhecimento dos profissionais. Conhecer, mapear e lidar com a área tributária pode gerar economia por pagar impostos a menos do que as pessoas inicialmente pagariam por falta de qualificação”, explica o coordenador do MBA Contabilidade e Direito Tributário do Instituto de Pós-Graduação e Graduação (IPOG). 

O advogado Winder Garcia percebeu essa demanda por profissionais na área de contabilidade e atua no mercado há quatro anos. Para manter-se competitivo e atualizado, decidiu fazer o MBA Contabilidade e Direito Tributário no IPOG. “Eu procuro me colocar no mercado em um lugar de destaque e, para isso, sempre me atualizo. Com certeza, a educação é a chave para o sucesso”, compartilha Garcia.

SPED

Além do quadro de professores do MBA, que conta com especialistas com mais de 15 anos de formação, a tendência digital foi outro ponto que atraiu Winder para a especialização. 

“A inovação está ligada especialmente à área de conhecimento como oportunidade, mas não somente isso. Existe uma inovação tributária muito grande por meio do SPED, o Sistema Público de Escrituração Digital. Um dos seus principais expoentes é a nota fiscal eletrônica, que seria um dos métodos mais comuns e mais detalhados que as pessoas mais conhecem. Essa nota eletrônica gera uma necessidade de adaptação tecnológica das empresas e esse investimento gera conhecimento e capacidade de adaptação dentro da própria empresa”, avalia Madruga.

Adquirindo conhecimento

O MBA Contabilidade e Direito Tributário do IPOG tem mais de 60 turmas em todo o País e o curso se propõe a formar os profissionais que o mercado necessita, como explica o coordenador Madruga: “Pelas próprias normas que já estão em andamento e pelo histórico de um curso que já chegou a mais de 60 turmas em todo País, nós já temos exemplos reais de como os profissionais que já fizeram esse curso se colocaram no mercado de trabalho de forma diferenciada. Estamos falando de um curso que já gera oportunidades.” Informações do curso pelo site ipog.edu.br.

Fonte: IPOG

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhando idéias e experiências sobre o cenário tributário brasileiro, com ênfase em Gestão Tributária; Tecnologia Fiscal; Contabilidade Digital; SPED e Gestão do Risco Fiscal. Autores: Edgar Madruga e Fabio Rodrigues.

MBA EM CONTABILIDADE E DIREITO TRIBUTÁRIO DO IPOG

Turmas presenciais em andamento em todo o Brasil: AC – Rio Branco | AL – Maceió | AM – Manaus | AP - Macapá | BA- Salvador | DF – Brasília | ES – Vitória | CE – Fortaleza | GO – Goiânia | MA - Imperatriz / São Luís | MG – Belo Horizonte / Uberlândia | MS - Campo Grande | MT – Cuiabá | PA - Belém / Marabá / Parauapebas / Santarem | PB - João Pessoa | PE – Recife | PI – Teresina | PR – Curitiba/ Foz do Iguaçu/Londrina | RJ - Rio de Janeiro | RN – Natal | RO - Porto Velho | RR - Boa Vista | RS - Porto Alegre | SC – Florianópolis/Joinville | SP - Piracicaba/Ribeirão Preto | TO – Palmas

Fórum SPED

Fórum SPED