1 de set de 2015

Para Levy, é indispensável simplificar estrutura tributária

Levy: "com transparência do PIS/Cofins, as empresas realocam capital e aumenta o PIB potencial".

Campos de Jordão (SP) - O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, disse que para enfrentar esse novo mundo em que o preço das commodities não ajuda e com a economia externa mais devagar, será necessária uma reforma para simplificar a estrutura tributária do País, de forma a dar mais eficiência às empresas.

Na tarde deste sábado, em apresentação no 7º Congresso Internacional de Mercados Financeiros e de Capitais organizado pela BM&FBovespa em Campos do Jordão, interior de São Paulo, Levy disse que está na agenda deixar os impostos mais simples para diminuir o custo das empresas. Ele lembrou ainda que, no Brasil, os impostos mais importantes são os indiretos, ou seja, recolhidos pelas empresas.

Segundo o ministro, hoje a estrutura brasileira depende desses impostos indiretos, como o ICMS e o PIS/Cofins. "Com transparência do PIS/Cofins, as empresas realocam capital e aumenta o PIB potencial", disse, lembrando que assim se faz um capitalismo mais democrático. "Se reformar o PIS/Cofins, se quebram esses parâmetros que trazem ineficiência", disse.

Levy disse ainda que o Brasil precisa melhorar sua infraestrutura e é sabido que, para isso, haverá uma maior dependência do capital privado. "Sem essas coisas não vamos conseguir superar a crise. Precisamos ser mais produtivos e precisamos seguir o caminho dessa agenda. Com esse trabalho, vamos conseguir arejar esse mercado e trazer novos players, mudar o jeito com que as contratações são feitas de forma que não tenha barreiras de entrada", frisou.

Fernanda Guimarães e Francisco Carlos de Assis, do Estadão Conteúdo

Fonte: Exame

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhando idéias e experiências sobre o cenário tributário brasileiro, com ênfase em Gestão Tributária; Tecnologia Fiscal; Contabilidade Digital; SPED e Gestão do Risco Fiscal. Autores: Edgar Madruga e Fabio Rodrigues.

MBA EM CONTABILIDADE E DIREITO TRIBUTÁRIO DO IPOG

Turmas presenciais em andamento em todo o Brasil: AC – Rio Branco | AL – Maceió | AM – Manaus | AP - Macapá | BA- Salvador | DF – Brasília | ES – Vitória | CE – Fortaleza | GO – Goiânia | MA - Imperatriz / São Luís | MG – Belo Horizonte / Uberlândia | MS - Campo Grande | MT – Cuiabá | PA - Belém / Marabá / Parauapebas / Santarem | PB - João Pessoa | PE – Recife | PI – Teresina | PR – Curitiba/ Foz do Iguaçu/Londrina | RJ - Rio de Janeiro | RN – Natal | RO - Porto Velho | RR - Boa Vista | RS - Porto Alegre | SC – Florianópolis/Joinville | SP - Piracicaba/Ribeirão Preto | TO – Palmas

Fórum SPED

Fórum SPED