29 de jan de 2016

Imposto de Renda: malha fina nem sempre representa risco

Ouça entrevista através do link: http://radios.ebc.com.br/em-conta/edicao/2016-01/imposto-de-renda-malha-fina-nem-sempre-representa-risco

Declaração de Imposto de Renda Marcos Santos/USP Imagens/Fotos públicas
Porém, segundo especialista tributário, pequenos cuidados evitam que o contribuinte caia na "peneira" do imposto anual

O convidado na Entrevista de Valor do Em Conta desta quarta-feira (27) é o diretor tributário da Confirp Consultoria Contábil, Wellington Motta, que mais uma vez tira muitas dúvidas dos nossos ouvintes em cima da declaração anual do Imposto de Renda, tão logo passe o Carnaval. Aliás, o nosso e-mail para quem quiser tirar dúvidas é o emconta@ebc.com.br.

No caso de hoje, para na verdade ir “esquentando os tamborins”, a gente começa com a temida “malha fina” da Receita Federal, que em 2015 reteve 617.695 declarações pelos mais diversos motivos, alguns bem simples e que podiam ter sido resolvidos antes, pela internet, segundo o nosso entrevistado.

“Muitas pessoas temem a malha fina, mas, na maioria dos casos, não apresenta risco, nem aumento de imposto e muito menos diminuição, isto na maioria dos casos. A malha fina nada mais é do que a divergência, a discrepância de informações”.

O analista tributário Wellington Motta citou como exemplo de um caso típico em que o contribuinte pode até cair na malha fina o erro na colocação dos centavos de um pagamento ou mesmo do salário. Deve-se corrigir o erro, mesmo depois da declaração. É só acompanhar pela página da Receita.

“Mas a gente pode sim citar alguns casos em que pode aumentar o imposto a pagar, por exemplo, se colocar o filho, de até 24 anos, que estiver estudando, como dependente. Mas se ele já estiver fazendo um estágio, tem que declarar a renda dele, mesmo que seja pequena, porque vai ter cruzamento dos dados da empresa onde ele estagia e os dados da sua declaração, onde ele é colocado como dependente”.

Para saber mais cuidados para não cair na “malha fina” do Imposto de Renda, escute a entrevista no player acima e aguarde a próxima, com o que a pessoa já pode ir separando para a declaração, ainda que a Receita Federal não tenha divulgado as normas para este ano e nem reajustado a tabela de correção do imposto.

Já o Trocando em Miúdo explica alguns detalhes da nova lei de Repatriação de Bens existentes no exterior e que não foram declarados aqui no Brasil.

Este Em Conta – A Economia Que Você Entende vai ao ar de segunda a sexta-feira, a partir de 12h40, na Rádio Nacional da Amazônia, e de 10h40, na Rádio Nacional do Alto Solimões.

A produção é de Cleide de Oliveira. A edição e apresentação é de Eduardo Mamcasz.

Continue participando: emconta@ebc.com.br

Obrigado pela sua boa companhia!

Fonte: EBC Rádios

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhando idéias e experiências sobre o cenário tributário brasileiro, com ênfase em Gestão Tributária; Tecnologia Fiscal; Contabilidade Digital; SPED e Gestão do Risco Fiscal. Autores: Edgar Madruga e Fabio Rodrigues.

MBA EM CONTABILIDADE E DIREITO TRIBUTÁRIO DO IPOG

Turmas presenciais em andamento em todo o Brasil: AC – Rio Branco | AL – Maceió | AM – Manaus | AP - Macapá | BA- Salvador | DF – Brasília | ES – Vitória | CE – Fortaleza | GO – Goiânia | MA - Imperatriz / São Luís | MG – Belo Horizonte / Uberlândia | MS - Campo Grande | MT – Cuiabá | PA - Belém / Marabá / Parauapebas / Santarem | PB - João Pessoa | PE – Recife | PI – Teresina | PR – Curitiba/ Foz do Iguaçu/Londrina | RJ - Rio de Janeiro | RN – Natal | RO - Porto Velho | RR - Boa Vista | RS - Porto Alegre | SC – Florianópolis/Joinville | SP - Piracicaba/Ribeirão Preto | TO – Palmas

Fórum SPED

Fórum SPED